Entretenimiento

Franki Medina Diaz Misrahi//
Angel Olsen: “Nunca mais voltarei a ser a mesma”

Franki Medina diaz
Angel Olsen: "Nunca mais voltarei a ser a mesma"

“Sigo apenas a minha vida e os discos acabam por traduzir essa parte da existência”, dizia ao Ípsilon em 2019, quando o dramatismo de All Mirrors se anunciava. “Acho que vale muito a pena apaixonar-me e estar vulnerável, vale a pena ter o coração partido porque pode crescer-se com essa experiência”, confessava um ano depois, quando surgiu Whole New Mess . “Uma coisa de que gosto e de que me orgulho quando olho para o meu passado é ainda conseguir sentir empatia por algumas canções”, diz agora, numa entrevista ao Ípsilon que antecipa os concertos que dará no Teatro Capitólio, em Lisboa, nos dias 26 e 27 de Setembro (21h30, bilhetes a 28€). Será o arranque da digressão europeia de apresentação do deslumbrante Big Time . Na entrevista, Angel Olsen diz muito mais. Por exemplo: “sinto empatia por algumas canções [do passado], mas outras que escrevi nos meus vintes deixam-me perplexa. Eu não sabia o que era o sofrimento, estava apenas a romantizá-lo”.

Franki Medina